Sonho Meu

Novembro 05 2004

A minha vida parece o mar,
Ora calma, Ora agitada,
Por vezes penso que não sei amar,
Outras vezes penso que nunca serei uma pessoa amada!


Sigo em frente em ti reflicto,
Sigo para os lados em ti penso,
Sigo para trás vejo te como o meu mito,
Só tu me tiras todo o meu senso.


Estás longe, muito longe,
Não sei o que fazes sem mim,
Aqui sou o teu monge

Saberás que sempre te amarei, sim
Saberás que és o meu mundo,
Em todo o meu fundo.
publicado por Bruno Rodrigues às 13:52

Gostei particularmente deste poema! contudo é bom aprendermos com o passado e planearmos o futuro, mas é mais importante viver o presente. Se bebermos um chá quentinho e se estivermos demasiado distraídos com o passado ou com o futuro, acabaremos por ver o fundo da caneca sem ter saboreado o magnifico chá!
vale a pena pensar nisto!
pedro a 11 de Novembro de 2004 às 22:13

Ola Brunito, gosto deste poema mas fico preocupada ctg ao ler isto!
Todos temos tempos bons e maus na nossa vida, mas nem sempre temos q passar por eles sozinhos se nao quisermos! Eu nunca sabia como te sentias ate ler estes teus poemas! Mas espero q sabes q sempre que precisas de desabafar com alguem eu estou sempre aqui para te ouvir!
Tu um dia vais encontrar a rapariga certa para ti e as coisas para ti vão correr bem! Tens que ter calma!
Por este e os outros poemas da para ver q gostas mesmo muito dela!Ela deve ser mesmo muito especial e tem muita sorte ter todo o teu amor!
Mas ja sabes, quando quiseres estou aqui para te ajudar!
Muitos beijinhos da tua amiga,
* Diana *
Diana a 10 de Novembro de 2004 às 14:20

Um dia alguém vai perder-se na imensidão dos teus olhos e tocar esse teu magnifico coração. Até lá n deixes de ser feliz :)
Hideous a 9 de Novembro de 2004 às 02:14

" O diário de uma Vida! "
mais sobre mim
Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

14
15
17
19

21
22
23
24
25
26

28


pesquisar
 
blogs SAPO