Sonho Meu

Novembro 05 2004
Amiga, apareceste do nada!
Do nada surgiste na minha vida!
Da vida surgiste com simpatia!
Da simpatia surgiste amável!
Amável tornaste te em carinhosa!
Esse carinho depressa se tornou em preocupação!
Preocupação essa me transmitiu segurança!
Segurança que me permite ver a vida!
Vida esta que poucas vezes me sorriu!
Mas com o teu sorriso, a torna mais clara e radiosa!
Radiosa surgiste, como sol
Sol esse que nos ilumina o nosso caminho!
Caminho esse duro, mas importante!
Tão importante como amizade!
Amizade bela e linda!
Como belo e lindo são os teus lábios!
Lábios esses que se parecem com as ondas do mar!
Ondas essas que fazem brotar os teus cabelos!
Cabelos esses que te dão essa beleza!
Contudo não é beleza física que eu gosto em ti!
Em ti gosto essencialmente da tua maturidade!
Maturidade que te dá essa beleza interior,
Beleza interior que te torna simpática!
Simpatia essa que arrasta toada a sinceridade que tens!
Sinceridade que te torna amável!
Amabilidade que já me conquistou!
Conquista essa que nunca é fácil!
Facilidade essa, que a vida esconde!
Esconde e encobre!
Encobre o sol como o nevoeiro!
Nevoeiro esse que dá, esperança!
Esperança de um dia entrar no céu!
Céu esse onde estás!
Onde estas concretamente não sei
Sei que onde dia lá chegarei
Chegarei de certo
Certo e que perguntarei
“ Onde está esta Amiga, que apareceu no meu caminho?”


publicado por Bruno Rodrigues às 13:53

Este poema não me é desconhecido! :) Acho que fizeste muito bem em fazer um blog :) Adoro-te :)
Passa lá plo meu... ;)

Hideous a 9 de Novembro de 2004 às 02:13

" O diário de uma Vida! "
mais sobre mim
Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

14
15
17
19

21
22
23
24
25
26

28


pesquisar
 
blogs SAPO